"Eu tinha 2% e venci a eleição no primeiro turno" diz João Doria


Na entrevista à BBC Brasil, João Doria admitiu que poderá ser candidato à Presidência da República:

"Nós temos que pensar em eleição em janeiro do ano que vem. Aí, quem sabe..."

Doria também relativizou o avanço de Jair Bolsonaro nas pesquisas:

"Ele tem um discurso mais à direita, que contagia um universo de eleitores, faz parte do processo democrático. É um candidato assumido, faz campanha há um ano pelo Brasil e isso vai sensibilizando uma parcela dos leitores. Mas não creio que seja uma sensibilização definitiva.

Eu já vi várias vezes histórias de candidatos, e com isso não estou desrespeitando a história, nem a trajetória e nem o valor do deputado. Eu já vi outros candidatos saírem à frente em campanhas e nem sequer irem para o segundo turno. E em São Paulo.

Aqui mesmo temos um exemplo disso. Um candidato que começou a campanha com 38%, era tido como vitorioso ou, na pior das hipóteses, como já no segundo. Estavam discutindo a segunda vaga para o segundo turno, se é que poderia haver um segundo turno.

E esse candidato (o deputado Celso Russomanno, do PRB) não foi nem para o segundo turno e nem ganhou a eleição. Eu tinha 2% e venci a eleição no primeiro turno."

Seja o primeiro a avaliar!


Adicionar aos favoritos

16 jun 2017


Por Redação
Anuncie