Anuncie

A luta de Elton para tocar a vida após perder mulher e filho em atropelamento trágico


Um mês após o chocante acidente que matou esposa, filho e cunhada, o vigilante Elton Henrique da Silva Freire luta para se reerguer. O jovem de 23 anos segue à procura de emprego para sustentar o filho mais velho.

A tragédia que mudou a vida de Elton ocorreu na manhã de 27 de agosto, um domingo. Naquele dia, um adolescente de 17 anos perdeu o controle do veículo que conduzia. O carro bateu em um poste, capotou e atingiu cinco pessoas – todas da mesma família – que caminhavam na ciclovia da Quadra 24, no Gama Oeste. Segundo a Polícia Militar, o suspeito apresentava sinais de embriaguez e tentou fugir, mas foi encontrado em um matagal a cerca de 2km do local.

No acidente, morreram Rute Ester de Jesus Carvalho, 22 anos, esposa de Elton; a irmã dela, Gabriela de Jesus Carvalho, 19; e o pequeno Eriko, de 6 meses, filho do vigilante e de Rute. Envolvidos no acidente, o avô de Eriko, Man Sun Go, 66, e o outro filho de Elton, Edriel, 2, sobreviveram e passam bem.

A perda dos entes, irreparável para os familiares, custou R$ 9,5 mil com velório e enterro. Desse valor, os parentes do adolescente responsável pelo desastre colaboraram com R$ 2 mil – segundo Elton, menos do que a promessa inicial.

Os gastos com a funerária e o cemitério foram pagos por advogados da subseção do Gama e de Santa Maria da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que se solidarizaram com o caso e doaram mais de R$ 5 mil. Com a ajuda de amigos e outros parentes, Elton conseguiu pagar a fatura, mas, sem um emprego fixo ele está com dificuldades para assegurar o sustento de Edriel.

A rotina
À época do acidente, Elton disse que “todos os seus sonhos foram levados”. Agora, ele tenta pensar em novos planos e em organizar sua rotina. Iniciou, na segunda-feira (25/9), um curso de vigilante que vai ocupar boa parte do seu dia, das 8h30 às 17h30. De acordo com ele, as aulas foram pagas por Ailton Miranda, um morador do Gama que se sensibilizou com o caso.

Uma das formas que Elton encontrou para aliviar a saudade da esposa Rute e do filho Eriko é passar o menor tempo possível em casa. Depois do acidente, levou uma semana para retornar à residência em que vivia com a família porque, segundo ele, ficar lá “aumenta a saudade”.

"Tenho passado mais tempo fora de casa. O que mais me massacrava era ficar lá, onde lembrava de tudo. Comecei a ir para casa de amigos e familiares. Vou passar um mês na casa de uma tia, correr atrás de cursos, emprego e ocupar meu tempo. Mas graças a Deus, hoje estou mais tranquilo. É tocar a vida e continuar"
Elton Henrique da Silva Freire

Segundo a tia de Elton, Eliane Henrique Freire, o jovem tem ocupado o tempo com muita conversa com amigos e videogame. “Estou ajudando ele neste momento difícil. A gente se segura como pode”.

Processo
O menor autor do ato infracional continua na Unidade de Internação Provisória de São Sebastião (UIPSS). Em 1º de setembro, ele compareceu à audiência de apresentação, onde narrou os fatos do dia do acidente. Em 14 de setembro, foi a uma segunda audiência, a de continuação.

Agora, o processo aguarda laudo da Polícia Civil e manifestação da defesa a respeito da oitiva de uma testemunha. A Vara da Infância e da Juventude do DF informou que, se necessário, haverá designação de audiência para o depoimento dessa testemunha. Em seguida, será dado prazo para as alegações finais e o juiz vai proferir a sentença.

A reportagem entrou em contato com a família do menor, que não quis se pronunciar sobre o caso.

Barreira eletrônica
Segundo o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), após o acidente foram realizadas vistorias no local da tragédia. Atualmente, a Diretoria de Engenharia de Trânsito do órgão providencia estudos e obras para a implantação de uma barreira eletrônica. A previsão é de que o equipamento seja instalado até o fim deste ano.

Com informações Metrópoles.

02 out 2017


Por Redação

Artigos Recentes

Casa do técnico do PSG é roubada e até camisas de Neymar são levadas

Casa do técnico do PSG é roubada e até camisas de Neymar são levadas

em Esporte

Além das camisas com o nome do craque brasileiro, foram roubados também um Rolex e duas bolsas Chanel

CNI vê a economia em crescimento moderado e estima PIB de 1,1% este ano

CNI vê a economia em crescimento moderado e estima PIB de 1,1% este ano

em Economia

De acordo com a CNI, as eleições de 2018 terão impacto econômico.

Temer não terá alta hoje e posse de Marun é adiada, diz Planalto

Temer não terá alta hoje e posse de Marun é adiada, diz Planalto

em Política

Presidente deu entrada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na última quarta-feira (13), para ser submetido a um procedimento de desobstrução da uretra

PT já reavalia cenário para candidatura de Lula

PT já reavalia cenário para candidatura de Lula

em Política

Para o partido, a possibilidade mais concreta de ele ser candidato é recorrendo a instâncias como o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Supremo Tribunal Federal (STF)

Anuncie