Anuncie

Após condenação na Lava Jato, irmão de José Dirceu é preso

Adicionar aos favoritos
09 fevereiro, 2018 Por Redação

O irmão do ex-ministro José Dirceu, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva, foi preso na manhã desta sexta-feira (9), em Ribeirão Preto (SP), por condenação em segunda instância na Operação Lava Jato.

Ele já havia sido condenado em maio de 2016 a oito anos e nove meses de prisão em regime fechado por lavagem de dinheiro e organização criminosa. A pena foi aumentada para 10 anos, seis meses e 23 dias pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em setembro de 2017.

Segundo destaca o G1, José Dirceu foi condenado nessa mesma ação no TRF-4, mas a Corte ainda não avaliou um recurso apresentado pela defesa em 8 de janeiro.

A Polícia Federal informou que o mandado de prisão foi cumprido por volta de 6h, na casa onde Luiz Eduardo mora, no bairro Ribeirânia. Ele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito e, em seguida, será transferido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Ribeirão.

A defesa de Luiz Eduardo vai pedir que o cliente não seja transferido para Curitiba (PR), mas permaneça preso em Ribeirão, onde a família mora.

José Dirceu foi também condenado no mesmo processo e sentenciado a 23 anos e três meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A publicação refere que os irmãos são acusados de praticar atos ilícitos na diretoria de Serviços da Petrobras, abarcando 129 atos de corrupção ativa e 31 atos de corrupção passiva, entre 2004 e 2011. O Ministério Público Federal (MPF) aponta que o valor de corrupção envolvido nestes atos foi de R$ 60 milhões, dos quais R$ 65 milhões foram lavados.

Escrito por

Redação


Anuncie

Artigos Recentes

Após completar ministros, Bolsonaro inicia 2ª fase de transição

Após completar ministros, Bolsonaro inicia 2ª fase de transição

em Política

Futuro presidente agora deve montar equipes de segundo e terceiro escalões

dezembro 10, 2018 Por Redação

Assessor do filho de Bolsonaro comandará a Secom, confirma Bebianno

Assessor do filho de Bolsonaro comandará a Secom, confirma Bebianno

em Política

A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) será comandada pelo publicitário Floriano Barbosa de Amorim Neto, assessor do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)

dezembro 10, 2018 Por Redação

Mais Médicos: vagas não são preenchidas e governo convoca novo edital

Mais Médicos: vagas não são preenchidas e governo convoca novo edital

em Brasil

Pelo menos 107 lugares na região Norte não têm interessados; a quatro dias do prazo final, metade dos profissionais inscritos ainda não se apresentou

dezembro 10, 2018 Por Redação

Onyx: 'Há um certo estardalhaço' sobre ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Onyx: 'Há um certo estardalhaço' sobre ex-assessor de Flávio Bolsonaro

em Política

A declaração foi dada durante entrevista ao programa Canal Livre, da Band, exibida na madrugada desta segunda-feira, 10

dezembro 10, 2018 Por Redação

Anuncie