Anuncie

Após Lula perdoar 'golpistas', Dilma perdoa quem 'bateu panela'


O ex-presidente Lula causou certo alvoroço em parte de seu eleitorado, na semana passada, ao aparecer em palanque com o senador Renan Calheiros (PMDB), que votou pelo impeachment de Dilma Rousseff, e dizer que estava "perdoando golpistas".

Agora, durante viagem à Alemanha, foi a vez da própria Dilma adotar um discurso semelhante em relação a opositores. Especificamente sobre o ex-presidente do Senado, a petista disse em entrevista à DW que ele "não trabalhou pelo impeachment", embora tenha votado pela destituição.

"E essa não é questão relevante. Não acho que perdoar golpista é perdoar o PMDB e o PSDB. Acho que perdoar golpista é perdoar aquela pessoa que bateu panela achando que estava salvando o Brasil, e que depois se deu conta de que não estava", afirmou.

"Uma hora nós vamos ter que nos reencontrar. Uma parte do Brasil se equivocou. Agora isso não significa perdão àqueles que planejaram e executaram o golpe. Você tem uma porção de pessoas que foram às ruas e que estavam completamente equivocadas", prosseguiu. 

13 nov 2017


Por Redação

Artigos Recentes

Parar de fumar pode render R$ 1 milhão em 30 anos

Parar de fumar pode render R$ 1 milhão em 30 anos

em Economia

A conta é simples, se um maço custa em torno de R$ 8, um fumante que consome um maço de cigarro por dia gastará a mais, por mês, R$ 240

Lula vai ser preso após decisão do julgamento no dia 24?

Lula vai ser preso após decisão do julgamento no dia 24?

em Política

Ex-presidente aguarda decisão do dia 24 para decidir seu futuro político.

Marun diz que os votos para a reforma da Previdência 'estão vindo'

Marun diz que os votos para a reforma da Previdência 'estão vindo'

em Economia

O ministro da Secretaria de Governo afirmou nesta segunda-feira (15) que acredita que a situação está "mais favorável" agora do que no fim de dezembro antes do recesso Comentários do Facebook

Governo recorre ao STF contra decisão sobre privatização da Eletrobras

Governo recorre ao STF contra decisão sobre privatização da Eletrobras

em Economia

Justiça Federal em Pernambuco suspendeu o trecho de uma medida provisória (MP) que autorizou a União a seguir com o processo

Anuncie