Anuncie

'Até preso Lula será candidato', diz cientista político


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) parece não ter um adversário capaz de vencer a sua popularidade. Tanto que nas últimas pesquisas de intenções de voto, ele aparece como o favorito para o Planalto em todos os cenários, pois as possibilidades de direita são muito radicais.

O cientista político e sócio da empresa de pesquisas Vox Populi, João Francisco Meira, disse em entrevista ao "Valor" que a alternativa da direita, representada pelo deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), é muito extremista para o gosto da maioria e não é capaz de barrar o petista.

"Parece-me que o Lula é candidato a presidente da República em qualquer circunstância. Até preso, ele é candidato", afirmou o cientista político em entrevista em que destaca a força do ex-presidente.

Como cita Meira, fora Lula e Bolsonaro, o único que parece ter popularidade para atrair uma fatia considerável do eleitorado é o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa.

O cientista político se diz cético em relação à possibilidade de Lula ter sua candidatura impedida pela Justiça.

Parece-me que o Lula é candidato a presidente da República em qualquer circunstância. Até preso, ele é candidato."

Alvo da Operação Lava-Jato, o ex-presidente já foi condenado em primeira instância em uma das ações movidas contra ele. Se for condenado em segundo grau, o petisto pode ser impedido de se candidatar.

10 out 2017


Por Redação

Artigos Recentes

Portugal: 700 anos de história que arderam em um dia

Portugal: 700 anos de história que arderam em um dia

em Mundo

O país sofreu com incêndios gigantescos em 2017

MPF apresenta telefonemas entre suposto 'laranja' e amigo de Lula

MPF apresenta telefonemas entre suposto 'laranja' e amigo de Lula

em Política

O relatório, produzido por meio da quebra do sigilo telefônico de Costamarques, mostra que foram efetuadas 12 ligações entre o empresário e o advogado Roberto Teixeira

Adasa autoriza Caesb a ampliar racionamento de água para 48 horas

Adasa autoriza Caesb a ampliar racionamento de água para 48 horas

em Brasília

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) autorizou a ampliação do racionamento de água para um limite máximo de 48 horas.

PF investiga contratos suspeitos envolvendo Odebrecht e Petrobras

PF investiga contratos suspeitos envolvendo Odebrecht e Petrobras

em Brasil, Política

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta sexta-feira (20), uma série de mandados de busca, apreensão, condução coercitiva e de prisão temporária, no âmbito da Operação Lava Jato, para investigar atos de corrupção e lavagem de dinheiro em contratos en

Anuncie