Anuncie

Bolsonaro volta a se alimentar por sonda, diz novo boletim médico


O Hospital Albert Einstein divulgou na manhã desta quarta-feira (12) um novo boletim médico sobre a saúde de Jair Bolsonaro. O documento informa que o candidato do PSL à Presidência da República apresentou uma distensão abdominal e, por isso, terá de voltar a fazer alimentação parenteral (endovenosa).

“Devido ao surgimento de uma distensão abdominal, a alimentação oral foi suspensa momentaneamente com retorno da alimentação parenteral (endovenosa) exclusiva até a próxima avaliação”, diz o relatório.

O presidenciável permanece na unidade de cuidados semi-intensivos do Hospital Israelita Albert Einstein, onde foi internado no último dia 7 de setembro, um dia após ser esfaqueado durante um ato de campanha na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Ainda segundo o boletim médico, o estado de saúde de Bolsonaro continua “estável, sem febre ou outros sinais de infecção”.

12 set 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Ministério Público contesta 2.636 registros de candidaturas

Ministério Público contesta 2.636 registros de candidaturas

em Política

278 são decorrentes de condenações por órgão colegiado do Poder judiciário e 174 de rejeições de contas públicas por tribunais de contas

GPS acompanhará todos os candidatos presidenciais, diz Jungmann

GPS acompanhará todos os candidatos presidenciais, diz Jungmann

em Política

Ministro da Segurança Pública disse que sistema vai permitir deslocamento mais ágil da polícia em caso de conflitos

Luiz Marinho pede 'Lula Livre' e ouve gritos de 'Bolsonaro'

Luiz Marinho pede 'Lula Livre' e ouve gritos de 'Bolsonaro'

em Política

Candidato petista ao governo estadual fez caminhada no centro de São Paulo

Procuradoria Eleitoral pede impugnação de 2,6 mil candidaturas

Procuradoria Eleitoral pede impugnação de 2,6 mil candidaturas

em Política

Segundo a Procuradoria, o número equivale a 9,1% dos 28.949 pedidos registrados para os cargos majoritários e proporcionais

Anuncie