Anuncie

Caixa reabre linha de financiamento imobiliário mais barata


A Caixa retomou nesta terça-feira, 2, a linha de financiamento habitacional Pró-Cotista, que havia sido suspensa em junho do ano passado. A modalidade oferece taxa de juros de 7,85% (clientes com débito em conta ou conta-salário) a 8,85% ao ano - é a menor para quem não se enquadra no programa federal Minha Casa, Minha Vida

Estão aptos à linha trabalhadores que possam comprovar um período mínimo de 36 meses de trabalho sob o regime do FGTS (não necessariamente consecutivos) ou saldo em conta vinculada de, ao menos, 10% do valor do bem a ser financiado.

Além disso, não é permitido ser proprietário de imóvel na cidade (ou região metropolitana) onde mora ou trabalha, tampouco possuir financiamento no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) em qualquer parte do País.

Este ano, o valor disponibilizado é de R$ 4 bilhões. Em 2017, foram R$ 6,1 bilhões emprestados na categoria.

O crédito pode ser pago em até 30 anos. O teto é de R$ 950 mil para imóveis em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal e de até R$ 800 mil para os demais Estados. Com informações do Estadão Conteúdo.

02 jan 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Câmara mais barata. Como economizar o nosso dinheiro!

Câmara mais barata. Como economizar o nosso dinheiro!

em Câmara Legislativa

Será que é possível diminuir os gastos da Câmara Legislativa do DF? Precisamos acreditar que sim e trabalhar para que isso aconteça, porque adivinha só quem paga essa conta? Exatamente: nós, moradores do DF.

Justiça nega pedido de indenização de Temer contra Joesley Batista

Justiça nega pedido de indenização de Temer contra Joesley Batista

em Política

Presidente moveu ação após o empresário dizer que o emedebista é “o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil” em entrevista

Notas do ENEM 2017 foram divulgadas e já podem ser consultadas

Notas do ENEM 2017 foram divulgadas e já podem ser consultadas

em Brasil

Saiu a primeira nota do Exame Nacional do Ensino Médio 2016; a nota de redação será divulgada em 19 de março.

Mesmo sem lucro, a empresa Smartmatic quer fornecer impressoras de voto

Mesmo sem lucro, a empresa Smartmatic quer fornecer impressoras de voto

em Brasil, Eleições 2018

O primeiro lance, superior a R$ 65,4 milhões, foi rejeitado pela pregoeira. A empresa, então, baixou a proposta para o valor de referência do edital: R$ 62,6 milhões.

Anuncie