Anuncie

Com Operação Étimo, PF abre Lava Jato no Rio Grande do Sul


A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira, dia 16, a Operação Étimo, para combater crimes de lavagem de capitais, evasão de divisas, crimes contra o sistema financeiro nacional e corrupção, em desdobramento da Operação Lava Jato no Rio Grande do Sul.

Mais de 50 policiais federais cumprem mandados de busca e apreensão em Porto Alegre (2), Canoas (1), Glorinha (1) e em Brasília (1). Também foram autorizados pela Justiça Federal o sequestro de bens e o afastamento de sigilo dos investigados.

Com dados obtidos a partir de compartilhamento das informações da 26ª Fase da Operação Lava Jato (Operação Xepa - deflagrada em março de 2016 pela PF no Paraná), foi possível aprofundar as investigações sobre esquema envolvendo a lavagem de dinheiro por meio de entidade associativa ligada a grandes empreiteiras.

A entidade recebia das empreiteiras um porcentual do valor de obras públicas realizadas no Estado. Contratos de assessoria entre a entidade associativa e empresas de fachada eram utilizados para dar aparência de legalidade às operações financeiras de retirada de valores dessa entidade. A movimentação ilegal desses recursos, no Brasil e no exterior, sua origem e sua destinação, são objeto de investigação pela Operação Étimo.

O nome da Operação é uma referência à origem das informações que possibilitaram o aprofundamento das investigações. Étimo é um termo que exprime a ideia de origem, que serve de base para uma palavra, a partir da qual se formam outras.

Xepa

A Operação Xepa abriu novas linhas de investigação do pagamento de propinas pelo Grupo Odebrecht em outras obras públicas, que extrapolavam a Petrobras - foco inicial das investigações.

Na época foram descobertas planilhas de controle dos pagamentos de propina da Odebrecht. Os investigadores identificaram "pagamentos sistemáticos" com entregas de valores em moeda no Brasil e transferências no exterior.

16 ago 2017


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Pré-candidatos ao Planalto somam mais de 160 investigações

Pré-candidatos ao Planalto somam mais de 160 investigações

em Política

Processos vão de crimes políticos investigados pela Lava Jato, a agressões verbais e infrações de trânsito

#Especial 58 de Brasília: mais que uma cidade, um sonho

#Especial 58 de Brasília: mais que uma cidade, um sonho

em Brasil, Brasília

Brasília completa hoje 58 anos. E nesta reportagem especial falamos sobre a história da cidade; a ligação com Tiradentes; a construção da Capital; sobre JK; o plano de Lúcio Costa; a história dos candangos e as belíssimas obras de Niemeyer. Confira!

Ministério Público de SP abre inquérito para investigar Alckmin

Ministério Público de SP abre inquérito para investigar Alckmin

em Política

Pré-candidato do PSDB à presidência é acusado de improbidade administrativa por suspeita de caixa dois de mais de R$ 10 milhões

Torquato: rixa entre Gilmar e Barroso levou à prisão de amigos de Temer

Torquato: rixa entre Gilmar e Barroso levou à prisão de amigos de Temer

em Política

“Para mim, houve muito mais um conflito entre ministros do Supremo do que a proteção da demanda jurisdicional”, declarou o ministro da Justiça

Anuncie