Anuncie

“Destrava Brasília” já começa a surtir efeitos


Em agosto, o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, ouviu empresários de diversos setores do comércio e da indústria, além de representantes de entidades de classe em prol do projeto “Destrava Brasília”. Após o encontro, foi implementado um pacote de medidas para que Brasília volte a crescer e progredir economicamente. Uma das medidas é em respeito ao ajuntamento dos órgãos Instituto Brasília Ambiental (Ibram), Agencia de Fiscalização (Agefis), Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), Secretaria de Desenvolvimento Econômico, entre outros, para agilizar a execução do que é necessário para cumprir a agenda de reivindicações. “Não admito mais nenhum processo parado. Brasília tem que destravar”, afirmou o governador.” A pressão do líder do Executivo fez com que os representantes dos órgãos em questão iniciassem uma força-tarefa para esvaziamento das mesas de trabalhos com liberação de documentos, aprovação de laudos técnicos, andamento de processos – que aguardam algum tipo de solução –, entre outras ações para que as promessas fossem cumpridas dentro do menor prazo possível. As medidas prometidas pelo governador e que já contam com uma porção significativa de servidores para fazê-las ocorrer da melhor maneira possível são: Desburocratização para obtenção de licenças para melhorar o funcionamento de cerca de 300 postos de combustíveis; Aceleração dos processos de transformação de ambulantes em empreendedores individuais; Alteração no horário de funcionamento do Metrô aos domingos e feriados para atender a demanda da população que frequenta shopping centers, feiras e pontos turísticos de Brasília; Incremento na segurança e melhoria no serviço de transporte público no Setor de Abastecimento e Armazenamento Norte (SAAN); Publicação de decreto, a partir do qual credores do GDF poderão receber do Estado uma carta de crédito que poderá ser utilizadas na compra de terrenos junto à Terracap.

Ao alcance

A última medida – que se refere ao decreto –, deixou os participantes do movimento eufóricos. “Essa medida será sem dúvida, um dos pontos mais importantes para iniciarmos o destravamento da cidade e o retorno do desenvolvimento”, comentou Jamal Jorge Bittar, presidente da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra). 

Para o presidente do Sindivarejista, Edson de Castro, o decreto é o primeiro passo para que o comércio brasiliense volte a aquecer. “Com essa ação, o governador Rodrigo ficará certamente com o carimbo de ‘bom pagador’, e é isso que Brasília quer”, conclui.

01 set 2017


Por Redação

Artigos Recentes

Justiça manda CEB afastar empregados comissionados sem concurso

Justiça manda CEB afastar empregados comissionados sem concurso

em Brasília

Decisão do Tribunal Regional do Trabalho atende pedido do MPT-DF. Empresa tem até o dia 13 de dezembro para cumprir a ordem judicial

Brasil cria 76,6 mil vagas de trabalho com carteira assinada em outubro

Brasil cria 76,6 mil vagas de trabalho com carteira assinada em outubro

em Economia

O resultado é o melhor para o mês desde 2013, quando foram criadas 94,9 mil oportunidades

Jovens darão 1.000 refeições e presentes a moradores de rua: Natal

Jovens darão 1.000 refeições e presentes a moradores de rua: Natal

em Boas Ações

Jovens de São Paulo se uniram para fazer a diferença neste Natal. Eles vão dar presentes e ceias dignas, na mesa, para pessoas carentes do centro da cidade.

Temer continuará a ser investigado com celeridade, diz Segóvia

Temer continuará a ser investigado com celeridade, diz Segóvia

em Política

Novo diretor-geral da PF tomou posse nesta segunda-feira e cerimônia contou com a presença do presidente

Anuncie