Anuncie

Disciplina que marcou a ditadura deverá voltar às escolas de Brasília


A disciplina de Educação Moral e Cívica deverá voltar às salas de aula no Distrito Federal, quase 25 anos após ser extinta. A matéria foi instituída no Brasil durante a ditadura militar.

De acordo com o jornal 'O Globo', a disciplina deverá voltar em 2019. O deputado distrital Raimundo Ribeiro (PPS), autor da lei, diz não ter tido inspiração militar, mas diz que o passado serviu como fonte de consulta.

"Uma das coisas boas que os militares fizeram foi essa demonstração de amor à pátria", afirma o deputado.

Apesar de dizer que não se inspira em textos da época da ditadura, ele justifica o projeto utilizando expressões presentes no decreto de 1969, feito durante o governo do general Costa e Silva, considerado um dos mais duros do regime.

Entre as justificativas repetidas estão "o fortalecimento da unidade nacional e do sentimento de solidariedade humana", o "aprimoramento do caráter, como apoio na moral, na dedicação à família e à comunidade" e "preparo do cidadão para o exercício das atividades cívicas, com fundamento na moral, no patriotismo e na ação construtiva, visando o bem comum".

14 mar 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Ministério Público contesta 2.636 registros de candidaturas

Ministério Público contesta 2.636 registros de candidaturas

em Política

278 são decorrentes de condenações por órgão colegiado do Poder judiciário e 174 de rejeições de contas públicas por tribunais de contas

GPS acompanhará todos os candidatos presidenciais, diz Jungmann

GPS acompanhará todos os candidatos presidenciais, diz Jungmann

em Política

Ministro da Segurança Pública disse que sistema vai permitir deslocamento mais ágil da polícia em caso de conflitos

Luiz Marinho pede 'Lula Livre' e ouve gritos de 'Bolsonaro'

Luiz Marinho pede 'Lula Livre' e ouve gritos de 'Bolsonaro'

em Política

Candidato petista ao governo estadual fez caminhada no centro de São Paulo

Procuradoria Eleitoral pede impugnação de 2,6 mil candidaturas

Procuradoria Eleitoral pede impugnação de 2,6 mil candidaturas

em Política

Segundo a Procuradoria, o número equivale a 9,1% dos 28.949 pedidos registrados para os cargos majoritários e proporcionais

Anuncie