Anuncie

Disciplina que marcou a ditadura deverá voltar às escolas de Brasília


A disciplina de Educação Moral e Cívica deverá voltar às salas de aula no Distrito Federal, quase 25 anos após ser extinta. A matéria foi instituída no Brasil durante a ditadura militar.

De acordo com o jornal 'O Globo', a disciplina deverá voltar em 2019. O deputado distrital Raimundo Ribeiro (PPS), autor da lei, diz não ter tido inspiração militar, mas diz que o passado serviu como fonte de consulta.

"Uma das coisas boas que os militares fizeram foi essa demonstração de amor à pátria", afirma o deputado.

Apesar de dizer que não se inspira em textos da época da ditadura, ele justifica o projeto utilizando expressões presentes no decreto de 1969, feito durante o governo do general Costa e Silva, considerado um dos mais duros do regime.

Entre as justificativas repetidas estão "o fortalecimento da unidade nacional e do sentimento de solidariedade humana", o "aprimoramento do caráter, como apoio na moral, na dedicação à família e à comunidade" e "preparo do cidadão para o exercício das atividades cívicas, com fundamento na moral, no patriotismo e na ação construtiva, visando o bem comum".

14 mar 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Polícia Federal deflagra 52ª fase da Lava Jato no Paraná

Polícia Federal deflagra 52ª fase da Lava Jato no Paraná

em Lava Jato

Investigações avançam para a apuração de crimes contra subsidiárias da Petrobras

Tite diz que Neymar não jogará no 'sacrifício' contra Costa Rica

Tite diz que Neymar não jogará no 'sacrifício' contra Costa Rica

em Esporte

Neymar ficou de fora dos dois primeiros treinos da semana por causa de dores no tornozelo direito

STJ pode mandar 197 processos sobre autoridades a instâncias inferiores

STJ pode mandar 197 processos sobre autoridades a instâncias inferiores

em Política

Corte decide na próximas semana se adota entendimento do STF de restringir o foro privilegiado para deputados e senadores

Daniel Alves está fora da Copa do Mundo

Daniel Alves está fora da Copa do Mundo

em Esporte

A comissão técnica da CBF avaliou o jogador e concluiu que ele não terá condições de disputar o Mundial da Rússia

Anuncie