Anuncie

Em crise? Emilly Araújo passa a vender camisetas para se manter no Rio


Após aparecer com uma bota no valor de R$ 5 mil, parece que a situação financeira de Emilly Araújo, a vencedora do Big Brother Brasil 17, não está das melhores. Tanto é assim que, após acabar o contrato com a Globo, ela vai passar a vender camisetas para se manter no Rio de Janeiro.

Segundo a colunista Keila Jimenez, do R7, Emilly lançou um site de vendas de camisetas que se chama “EM Shop”. Na descrição da página, a ex-BBB diz que a página é “um sonho que virou realidade”. “Sempre tive vontade de usar camisas diferentes, com trocadilhos, coisas sutilmente referentes a esportes, peças com uma identidade mais eclética”, explica.

Ainda de acordo com a ex-BBB, ela via esse tipo de camisetas para meninos e decidiu expandir tudo. Camisas estão cada vez mais em alta para mulheres e casa com muitos looks! Além de ser super confortável e despojado”, diz. As peças começam em R$ 150.

11 jan 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Câmara mais barata. Como economizar o nosso dinheiro!

Câmara mais barata. Como economizar o nosso dinheiro!

em Câmara Legislativa

Será que é possível diminuir os gastos da Câmara Legislativa do DF? Precisamos acreditar que sim e trabalhar para que isso aconteça, porque adivinha só quem paga essa conta? Exatamente: nós, moradores do DF.

Justiça nega pedido de indenização de Temer contra Joesley Batista

Justiça nega pedido de indenização de Temer contra Joesley Batista

em Política

Presidente moveu ação após o empresário dizer que o emedebista é “o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil” em entrevista

Notas do ENEM 2017 foram divulgadas e já podem ser consultadas

Notas do ENEM 2017 foram divulgadas e já podem ser consultadas

em Brasil

Saiu a primeira nota do Exame Nacional do Ensino Médio 2016; a nota de redação será divulgada em 19 de março.

Mesmo sem lucro, a empresa Smartmatic quer fornecer impressoras de voto

Mesmo sem lucro, a empresa Smartmatic quer fornecer impressoras de voto

em Brasil, Eleições 2018

O primeiro lance, superior a R$ 65,4 milhões, foi rejeitado pela pregoeira. A empresa, então, baixou a proposta para o valor de referência do edital: R$ 62,6 milhões.

Anuncie