Anuncie

Ganhador da Mega-Sena é assassinado a tiros em bar no Ceará


O ganhador da edição de 2011, da Mega-Sena, Miguel Ferreira, foi morto em uma pequena cidade cearense, Campo Sales, na madrugada deste domingo (4). Miguel Ferreira era empresário, e foi sorteado com um prêmio de R$ 39 milhões em 2011.

A Mega-Sena paga milhões para o acertador dos seis números sorteados. Ainda é possível ganhar prêmios acertando de quatro e cinco dezenas entre os disponíveis no volante de apostas. A Mega-Sena realiza dois sorteios toda semana. O ganhador pode receber o prêmio em qualquer lotérica credenciada ou em uma agência da Caixa Econômica Federal, dependendo do valor.

Campo Sales

Campo Sales é uma pequena cidade localizada na microrregião da Chapada do Araripe, mesorregião do Sul Cearense.

Atualmente, a cidade conta com uma população superior a 27 mil habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística). O município está distante cerca de 480 quilômetros de Fortaleza.

Miguel Ferreira, nascido em São Paulo, era conhecido na região como "milionário da Mega-Sena". Ele mudou-se para o Ceará após receber a bolada. Desde então, passou a trabalhar com aluguel de imóveis no estado.

A vítima já possuía passagens pela polícia, entre elas algumas por dirigir embriagado. A polícia ainda desconhece os motivos do crime, que ocorreu por volta das 2h30 da madrugada desse domingo (4).

Casos semelhantes

O ganhador Renê Senna foi morto por sua esposa, Adriana Almeida. O caso ficou conhecido como "a viúva da Mega-Sena" e resultou na condenação de Adriana a 20 anos de prisão.

O assassinato ocorreu no começo de 2007.

No dia 17 de fevereiro de 2016, foi encontrado morto, em São Paulo, Arlei Rosa Silva, ganhador de uma edição de 2007 da Mega-Sena. O milionário foi achado morto com claros sinais de estrangulamento. A polícia, na época, constatou que Arlei Rosa Silva foi morto após reagir a um assalto, e que o crime não tinha qualquer ligação com o prêmio da aposta.

Já em outro país, nos Estados Unidos, Urooj Khan morreu após receber um cheque no valor de US$ 425 mil (R$ 1,4 milhão). Após sua morte, a equipe de investigação investigou uma possibilidade de envenenamento. O americano morreu sem colocar suas mãos na bolada.

Alguns casos curiosos

Um apostador de Ponta Grossa, já aposentado, perdeu R$ 22,9 milhões após não comparecer ao local para retirar o dinheiro dentro do prazo estipulado. O dinheiro foi destinado ao Fies (Financiamento Estudantil).

Em outro, um apostador identificado apenas como Manoel perdeu uma carteira em uma loja de celulares. Dentro da carteira havia um bilhete premiado. Não se sabe ao certo o valor da premiação.

05 fev 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

STJ pode mandar 197 processos sobre autoridades a instâncias inferiores

STJ pode mandar 197 processos sobre autoridades a instâncias inferiores

em Política

Corte decide na próximas semana se adota entendimento do STF de restringir o foro privilegiado para deputados e senadores

Daniel Alves está fora da Copa do Mundo

Daniel Alves está fora da Copa do Mundo

em Esporte

A comissão técnica da CBF avaliou o jogador e concluiu que ele não terá condições de disputar o Mundial da Rússia

Para manter Lula candidato, PT pode recorrer a tratados internacionais

Para manter Lula candidato, PT pode recorrer a tratados internacionais

em Política

Entre as medidas está um recurso baseado no Pacto de San José da Costa Rica, que estabelece que só pode ser impedido de se candidatar aquele que já esgotou todos os recursos possíveis

Petrobras volta a ser a maior empresa da Bolsa em valor de mercado

Petrobras volta a ser a maior empresa da Bolsa em valor de mercado

em Economia

Em meio à crise financeira e escândalos de corrupção, a petroleira caiu para a 3ª posição em 2014, ficando atrás da Ambev e do Itaú Unibanco

Anuncie