Anuncie

Ganhador da Mega-Sena é assassinado a tiros em bar no Ceará


O ganhador da edição de 2011, da Mega-Sena, Miguel Ferreira, foi morto em uma pequena cidade cearense, Campo Sales, na madrugada deste domingo (4). Miguel Ferreira era empresário, e foi sorteado com um prêmio de R$ 39 milhões em 2011.

A Mega-Sena paga milhões para o acertador dos seis números sorteados. Ainda é possível ganhar prêmios acertando de quatro e cinco dezenas entre os disponíveis no volante de apostas. A Mega-Sena realiza dois sorteios toda semana. O ganhador pode receber o prêmio em qualquer lotérica credenciada ou em uma agência da Caixa Econômica Federal, dependendo do valor.

Campo Sales

Campo Sales é uma pequena cidade localizada na microrregião da Chapada do Araripe, mesorregião do Sul Cearense.

Atualmente, a cidade conta com uma população superior a 27 mil habitantes, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia Estatística). O município está distante cerca de 480 quilômetros de Fortaleza.

Miguel Ferreira, nascido em São Paulo, era conhecido na região como "milionário da Mega-Sena". Ele mudou-se para o Ceará após receber a bolada. Desde então, passou a trabalhar com aluguel de imóveis no estado.

A vítima já possuía passagens pela polícia, entre elas algumas por dirigir embriagado. A polícia ainda desconhece os motivos do crime, que ocorreu por volta das 2h30 da madrugada desse domingo (4).

Casos semelhantes

O ganhador Renê Senna foi morto por sua esposa, Adriana Almeida. O caso ficou conhecido como "a viúva da Mega-Sena" e resultou na condenação de Adriana a 20 anos de prisão.

O assassinato ocorreu no começo de 2007.

No dia 17 de fevereiro de 2016, foi encontrado morto, em São Paulo, Arlei Rosa Silva, ganhador de uma edição de 2007 da Mega-Sena. O milionário foi achado morto com claros sinais de estrangulamento. A polícia, na época, constatou que Arlei Rosa Silva foi morto após reagir a um assalto, e que o crime não tinha qualquer ligação com o prêmio da aposta.

Já em outro país, nos Estados Unidos, Urooj Khan morreu após receber um cheque no valor de US$ 425 mil (R$ 1,4 milhão). Após sua morte, a equipe de investigação investigou uma possibilidade de envenenamento. O americano morreu sem colocar suas mãos na bolada.

Alguns casos curiosos

Um apostador de Ponta Grossa, já aposentado, perdeu R$ 22,9 milhões após não comparecer ao local para retirar o dinheiro dentro do prazo estipulado. O dinheiro foi destinado ao Fies (Financiamento Estudantil).

Em outro, um apostador identificado apenas como Manoel perdeu uma carteira em uma loja de celulares. Dentro da carteira havia um bilhete premiado. Não se sabe ao certo o valor da premiação.

05 fev 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Brasil fica em penúltimo em pesquisa sobre simpatia de vendedores

Brasil fica em penúltimo em pesquisa sobre simpatia de vendedores

em Brasil

Pesquisa aponta que 79% dos funcionários sorri ao ver um cliente entrar na loja. Na Irlanda, país que ficou em primeiro lugar, o percentual é 97%.

Menina de 11 anos sente dores no estômago e descobre que está dando à luz

Menina de 11 anos sente dores no estômago e descobre que está dando à luz

em Mundo

Caso aconteceu na Espanha e polícia descobriu algo aterrorizante sobre o caso.

Carro quebrado e discursos políticos marcam 1º dia da Sapucaí

Carro quebrado e discursos políticos marcam 1º dia da Sapucaí

em Cultura

Entre as sete escolas que desfilaram, os destaques foram Mangueira, Paraíso do Tuiuti e Mocidade

STF deve restringir uso de auxílio-moradia por juízes

STF deve restringir uso de auxílio-moradia por juízes

em Política

Cármen Lúcia avisou entidades da magistratura que deve colocar o assunto em pauta no plenário durante o mês de março

Anuncie