Anuncie

Justiça do DF proíbe empresa telefônica de fazer cobrança insistente


A empresa Claro S/A não pode obrigar seus consumidores em atraso a ouvir mensagens de cobrança a cada ligação efetuada. A condenação, obtida pela Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor (Prodecon) em primeira instância, foi confirmada pela 7ª Turma Cível.

De acordo com a ação, em poucos dias de inadimplência, os consumidores estavam recebendo mensagens de voz com duração de quase 20 segundos ao início de cada ligação realizada, em volume mais alto que o normal, como pré-requisito para completar a chamada.

A Prodecon recebeu representações de consumidores e também tomou conhecimento de pessoas que relataram o mesmo inconveniente no site Reclame Aqui. Antes de ingressar com a ação, representantes da Claro participaram de audiência e rejeitaram qualquer possibilidade de acordo. Eles argumentaram que não havia abuso na repetição da mensagem em todas as ligações e em volume mais elevado, pois o procedimento era realizado a partir da análise do perfil de cada consumidor.

Para o promotor de Justiça Paulo Binicheski, cobrar uma dívida é fato legítimo, não contestado pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). “Porém, o fato de um consumidor estar inadimplente não autoriza os credores a efetuarem o insistente e inconveniente assédio por meio do envio de mensagens de voz. O consumidor não pode sofrer constrangimento físico ou moral na cobrança da dívida pelo fornecedor, conforme proibição expressa”, defende.

(Com informações do MPDFT)

11 out 2017


Por Redação

Artigos Recentes

Jogo com Real é crucial para Neymar ser melhor do mundo, avalia jornal

Jogo com Real é crucial para Neymar ser melhor do mundo, avalia jornal

em Esporte

Atual bicampeão da Liga dos Campeões, o clube espanhol ainda não achou a regularidade na temporada -é apenas o quarto no Campeonato Espanhol

Destruição do PSDB é consequência política do 'golpe', diz Dilma

Destruição do PSDB é consequência política do 'golpe', diz Dilma

em Política

"Se é possível tirar uma presidente da República, tudo é possível", afirmou

TSE pode cassar eventual diplomação de Lula e Bolsonaro, diz Gilmar

TSE pode cassar eventual diplomação de Lula e Bolsonaro, diz Gilmar

em Política

Gilmar Mendes afirmou que, se comprovado abuso de poder econômico, os candidatos podem ter a diplomação cassada

Anuncie