Anuncie

MAPA apresenta tecnologias para aproveitamento econômico de resíduos na AgroBrasília 2017


A valorização dos benefícios energéticos e sustentáveis das energias renováveis será o foco do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), durante a AgroBrasília 2017 – Feira Internacional dos Cerrados realizada pela Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF), que acontece de 16 a 20 de maio. A ação faz parte do Projeto “Pecuária de Baixa Emissão de Carbono: geração de valor na produção intensiva de carne e leite” do Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC).

Conhecida como “Vitrine Tecnológica”, o espaço contará com a participação de empresas especializadas em tecnologias, produtos e serviços que favoreçam a produção pecuária em sistemas que reduzam a emissão de carbono. O objetivo é a divulgação das tecnologias, informações, máquinas e equipamentos, como forma de estimular produtores, indústrias e cooperativas.

“O público terá oportunidade de conhecer as tecnologias de tratamento dos dejetos com redução das emissões de carbono, produção de biogás, biofertilizante, e geração de energia elétrica”, explica o coordenador técnico do projeto e auditor fiscal federal agropecuário, Sidney Medeiros.

A Sansuy, tradicional fabricante de laminados flexíveis e produtos manufaturados de PVC, tem importante foco no agronegócio e destaca a exposição do vinibiodigestor nesta edição e também as caixas d’agua flexíveis. “O biodigestor desenvolvido para armazenamento de dejetos animais, com aproveitamento do gás metano resultante da decomposição, e com geração de energia é um dos produtos da Sansuy de maior relevância dentro das opções direcionada a agricultura e pecuária”, explica o gerente comercial, Daniel Honda. Outro produto em exposição será Viniliq, um reservatório de água lacrado e com diversas vantagens sobre outros tipos de armazenagem de líquidos, podendo ser facilmente usado em indústrias, pequenas empresas, irrigação e atendimento emergencial como no caso de seca ou combate a incêndio.

Tecnologia prática, eficiente e sustentável também vem da ER-BR, que detém grande expertise na fabricação de equipamentos para geração de energia a partir do biogás. O diretor de inovações e marketing da empresa, Carlos Claret Sencio Paes, explica que a empresa que atua há mais de 15 anos no desenvolvimento de soluções para geração alternativa de energia utilizando o biogás e gás natural como combustíveis. “Oferecemos aos pequenos e grandes produtores equipamentos que proporcionam soluções de alta eficiência e que ajudem a preservar o meio ambiente”, declara. Durante a Agrobrasilia, os produtores conhecerão de perto as vantagens e diferenciais dos geradores, além de tirar dúvidas especificas sobre cada um dos produtos.

A transformação dos dejetos líquidos em composto orgânico sólido, de fácil manejo será o destaque da AveSuy, com a sistema de tratamento de dejetos mecanizado. Disseminado na produção de suínos nacional, o sistema de compostagem permite a eliminação das esterqueiras, dos fortes odores, da distribuição dos dejetos líquidos e dos riscos de acidentes, além da redução da proliferação de vetores e da poluição por despejo excessivo de dejetos no solo. “O adubo produzido será utilizado na propriedade ou vendido para outras regiões, reduzindo custos com aquisição de insumos químicos e gerando receita extra para o produtor”, explica sócio proprietário, João Pedro Pierog, que destaca a implantação do sistema já em produção de bovinos de leite. “A maior diferença no processo direcionado para bovinocultura é a agregação de liquido para dissolução dos dejetos, além de bomba de agitação para evitar a solidificação”, esclarece.

Entre os expositores da Vitrine Tecnológica que irá apresentar equipamentos que proporcionam geração de energia, produção de biofertilizantes, melhoram o aproveitamento dos resíduos e a preservação ambiental, a empesa WAM do Brasil completa o time com o separador de dejetos sólidos-líquidos. “Realizando a separação tanto por gravidade quanto por compressão mecânica, a máquina é destinada para separar a fase líquida da fase sólida, podendo ser facilmente tratadas, reduzindo custos e ampliando a geração de energia e, consequentemente, a renda do produtor”, comenta o gerente da WAM, Andrea Ferri.

18 mai 2017


Por Kennedy Medeiros
Anuncie

Artigos Recentes

Polícia Federal deflagra 52ª fase da Lava Jato no Paraná

Polícia Federal deflagra 52ª fase da Lava Jato no Paraná

em Lava Jato

Investigações avançam para a apuração de crimes contra subsidiárias da Petrobras

Tite diz que Neymar não jogará no 'sacrifício' contra Costa Rica

Tite diz que Neymar não jogará no 'sacrifício' contra Costa Rica

em Esporte

Neymar ficou de fora dos dois primeiros treinos da semana por causa de dores no tornozelo direito

STJ pode mandar 197 processos sobre autoridades a instâncias inferiores

STJ pode mandar 197 processos sobre autoridades a instâncias inferiores

em Política

Corte decide na próximas semana se adota entendimento do STF de restringir o foro privilegiado para deputados e senadores

Daniel Alves está fora da Copa do Mundo

Daniel Alves está fora da Copa do Mundo

em Esporte

A comissão técnica da CBF avaliou o jogador e concluiu que ele não terá condições de disputar o Mundial da Rússia

Anuncie