Anuncie

MP investigará Alckmin por improbidade administrativa

Adicionar aos favoritos
20 abril, 2018 Por Guilherme Rocha

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) abriu no início da tarde de hoje, 19, inquérito civil de investigação sobre o ex-governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB). O tucano é investigado por suposto crime de improbidade administrativa a título de Caixa 2, em sua campanha para o governo do estado. Alckmin está afastado do cargo de governador, pois é pré-candidato à presidência da República pelo próprio PSBD e não tem mais foro privilegiado.

O inquérito do MP-SP apura a possível realização de pagamentos de vantagens ao governador tucano pelo grupo Odebrecht com a participação de Adhemar César Ribeiro e Marcos Monteiro por meio de Caixa 2, isto é doação de campanha irregular oculta, sem a devida declaração à Justiça Eleitoral no valor de R$ 2 milhões para a campanha de 2010 e de outros R$ 8,3 milhões para a campanha de 2014.

Fim do foro

Geraldo Alckimin já respondia a inquérito sobre o mesmo assunto no Superior Tribunal de Justiça (STJ), por ter foro privilegiado em função do cargo que ocupava a frente do estado de São Paulo. No entanto, a Corte Superior atendeu a um pedido da vice Procuradoria-Geral da República e entregou o processo à primeira instância, encaminhando, entretanto, à Justiça Eleitoral, justificando que a suspeita é de crime eleitoral.

A decisão, contudo, contrariou o pedido da força tarefa da Operação Lava Jato no estado, que desejava que o caso fosse encaminhado diretamente aos procuradores responsáveis pela operação do MP local.

Sem prisão

Segundo juristas e advogados consultados pelo O País, caso condenado pelo crime de improbidade, Alckmin não chegaria a ser preso, mas poderia perder seu cargo eletivo (governador) e seus direitos políticos.

Guilherme Rocha

Editor-Chefe O País

Escrito por

Guilherme Rocha


Anuncie

Artigos Recentes

Saúde estima que 1.900 médicos cubanos ficaram no Brasil

Saúde estima que 1.900 médicos cubanos ficaram no Brasil

em Brasil

Destes, afirma, cerca de 1.100 são casados com brasileiros ou têm filhos nascidos no país, o que os coloca em situação regular

janeiro 21, 2019 Por Kennedy Medeiros

Filho de Bolsonaro comprou R$ 4,2 mi em imóveis em 3 anos

Filho de Bolsonaro comprou R$ 4,2 mi em imóveis em 3 anos

em Política

Período da aquisição dos imóveis pelo filho de Bolsonaro é o mesmo em que o Coaf teria detectado movimentação de R$ 7 milhões nas contas de Queiroz

janeiro 21, 2019 Por Kennedy Medeiros

Laudo da PF liga Palocci, Lobão e Delfim Netto a Belo Monte

Laudo da PF liga Palocci, Lobão e Delfim Netto a Belo Monte

em Política

Laudo conclui que há registros de que "Italiano", "Esqualido" e "Professor" estão relacionados a valores do centro de custo "Belo Monte" nos arquivos da Odebrecht

janeiro 21, 2019 Por Kennedy Medeiros

Hoje é o dia mais triste do ano, segundo pesquisas

Hoje é o dia mais triste do ano, segundo pesquisas

em LifeStyle

Data equivale à 3ª segunda-feira do ano, chamada "Blue Monday"

janeiro 21, 2019 Por Kennedy Medeiros

Anuncie