Anuncie

Para Ciro Gomes, é preciso esperar a consistência de Joaquim Barbosa


O pré-candidato à Presidência da República Ciro Gomes (PDT) afirmou que será preciso esperar a consistência do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa (PSB) após ser exposto à fricção.

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal despontou na última pesquisa Datafolha, oscilando ente 8% e 10%, em todos os cenários. Ao lado de Ciro, Barbosa está empatado em terceiro lugar em cenários sem a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"É natural que ele chegue com notoriedade muito grande, porque pilotou durante quase um ano em tempo nobre da TV a novela do mensalão. Vamos ver que consistência ele vai ter na medida em que será exposto à fricção", disse.

Ciro afirma, porém, que o lugar ocupado por Barbosa já existia em cenários anteriores da corrida ao Planalto, referindo-se ao apresentador Luciano Huck, por exemplo.

"Esse lugar aí de 8% parece que já foi frequentado muito recentemente pelo Huck, que vocês já descartaram. É um perfil de uma pessoa inorgânica à política, aparentemente ligado a combate a corrupção, que são valores superficiais."

Na avaliação de Ciro, a pesquisa Datafolha ainda não antecipou tendências, já que houve alteração no quadro de candidatos. Segundo ele, a indefinição ainda permanecerá, já que o PT insiste na candidatura de Lula, que foi preso no último dia 7.

"O eleitorado que simpatiza com Lula, à luz da informação consolidada, que não está ainda, de que o Lula não é candidato, aguardará uma menção dele para se definir. Não se sabe qual é o tamanho disso. [...] Os eleitores tendem a ponderar muitos argumentos além da menção", disse. Com informações da Folhapress.

16 abr 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Kroton fecha compra da Somos Educação por R$ 4,6 bilhões

Kroton fecha compra da Somos Educação por R$ 4,6 bilhões

em Economia

A compra do controle da Somos foi realizada por meio da holding Saber, criada pela Kroton para incorporar ativos de educação básica

Com mais R$ 400 mi por ano, Messi é o mais bem pago do mundo

Com mais R$ 400 mi por ano, Messi é o mais bem pago do mundo

em Esporte

A revista francesa destaca que pela primeira vez desde que passou a fazer levantamento (há 20 anos), um atleta recebe mais de 100 milhões de euros por temporada

Marcos Valério: 'As facções criminosas estão dentro dos partidos'

Marcos Valério: 'As facções criminosas estão dentro dos partidos'

em Política

Na prisão, onde cumpre pena no processo do mensalão, o publicitário ainda fala sobre a prisão de Lula e o sistema carcerário brasileiro

Pré-candidatos ao Planalto somam mais de 160 investigações

Pré-candidatos ao Planalto somam mais de 160 investigações

em Política

Processos vão de crimes políticos investigados pela Lava Jato, a agressões verbais e infrações de trânsito

Anuncie