Anuncie

PF faz ação contra desvio de R$ 380 milhões na Caixa


A Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal cumpre na manhã desta terça-feira, 14, dez mandados de busca e apreensão no âmbito da operação batizada de Back Bone. Cerca de 50 policiais estão envolvidos na ação que tem como alvo supostos desvios em contratos da área de Tecnologia da Informação (TI) da Caixa Econômica Federal.

O nome da operação faz referência um termo comumente utilizada no setor de informática que significa sistema central ou espinha central. O jornal O Estado de S. Paulo apurou que os desvios alvos da investigação alcançam a casa dos R$ 380 milhões.

De acordo com a investigação, o grupo criminoso seria formado por empregados da Caixa, empresários da área de TI e uma empresa de consultoria pertencente a um ex-empregado da CEF. "As investigações apontam que empregados da CEF, juntamente com o sócio administrador da empresa de consultoria, receberam vantagens indevidas repassadas por empresas de TI, com a finalidade de cometer irregularidades na formalização e fiscalização dos contratos dessas empresas com a CEF", diz nota da PF sobre a Back Bone.

De acordo com a PF, as companhias de TI repassavam os valores indevidos para uma empresa de consultoria por meio de contratos de prestação de consultorias, em princípio, inexistentes. Parte dos valores recebidos, diz a PF, eram distribuídos pela empresa de consultoria para os demais membros da organização criminosa.

A PF descobriu ainda que como forma de lavar o dinheiro proveniente do esquema e mascarar a evolução patrimonial, os empregados da CEF e o sócio administrador da empresa de consultoria celebravam contratos de compra e venda de imóveis. Os envolvidos são investigados pela prática dos crimes de corrupção Ativa e Passiva e por participação de organização criminosa. Com informações do Estadão Conteúdo.

14 nov 2017


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Pais de 3 filhos adotam mais 3 irmãos pra não separar a família

Pais de 3 filhos adotam mais 3 irmãos pra não separar a família

em Boas Ações

Eles já tinham 3 filhos biológicos e resolveram adotar mais 3 para não separar a família.

Moro se reúne com Bolsonaro nesta quinta para discutir ministério

Moro se reúne com Bolsonaro nesta quinta para discutir ministério

em Política

Encontro vai ocorrer na casa do presidente eleito

Bolsonaro confirma Marcos Pontes para Ciência e Tecnologia

Bolsonaro confirma Marcos Pontes para Ciência e Tecnologia

em Política

Presidente eleito fez anúncio pelo Twitter

Aliados de Bolsonaro criticam Datafolha e Ibope após queda de candidato

Aliados de Bolsonaro criticam Datafolha e Ibope após queda de candidato

em Política

"Nós continuamos não acreditando nas pesquisas. Principalmente no Datafolha", disse Gustavo Bebianno, presidente do PSL

Anuncie