Anuncie

Toffoli toma posse na presidência do STF e ficará no cargo até 2020


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli tomou posse hoje (13) no cargo de presidente da Corte. O ministro ficará no cargo pelos próximos dois anos. Ele irá suceder Cármen Lúcia, que voltará a integrar a Segunda Turma da Corte, responsável pelo julgamento dos processos da Operação Lava Jato.

Após cumprir o protocolo no qual fez o juramento de cumprir a Constituição, Toffoli deu posse ao vice-presidente, ministro Luiz Fux. Neste momento, o novo presidente recebe o cumprimento da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Procuradoria-Geral da República (PGR) e demais autoridades. Em seguida, Toffoli fará o primeiro discurso como presidente. Cerca de mil pessoas foram convidadas para a cerimônia.

Toffoli tem 50 anos e foi nomeado para o STF, em 2009, pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Antes de chegar ao Supremo, o ministro foi advogado-geral da União e advogado de campanhas eleitorais do PT.

O ministro é conhecido por evitar polêmicas e por ter um tom pacificador em suas decisões. De acordo com os colegas da Corte, o novo presidente fará um trabalho ligado à gestão administrativa do Judiciário, por meio do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão que também comandará.

Fonte: Agência Brasil

13 set 2018


Por Redação
Anuncie

Artigos Recentes

Pais de 3 filhos adotam mais 3 irmãos pra não separar a família

Pais de 3 filhos adotam mais 3 irmãos pra não separar a família

em Boas Ações

Eles já tinham 3 filhos biológicos e resolveram adotar mais 3 para não separar a família.

Moro se reúne com Bolsonaro nesta quinta para discutir ministério

Moro se reúne com Bolsonaro nesta quinta para discutir ministério

em Política

Encontro vai ocorrer na casa do presidente eleito

Bolsonaro confirma Marcos Pontes para Ciência e Tecnologia

Bolsonaro confirma Marcos Pontes para Ciência e Tecnologia

em Política

Presidente eleito fez anúncio pelo Twitter

Aliados de Bolsonaro criticam Datafolha e Ibope após queda de candidato

Aliados de Bolsonaro criticam Datafolha e Ibope após queda de candidato

em Política

"Nós continuamos não acreditando nas pesquisas. Principalmente no Datafolha", disse Gustavo Bebianno, presidente do PSL

Anuncie