Anuncie

Bolsonaro terá carro blindado contra atentados

Adicionar aos favoritos
12 março, 2019

O presidente Jair Bolsonaro enviou ao Congresso pedido para autorizar a compra de carros oficiais novos para ele, o vice Hamilton Mourão e seus antecessores Michel Temer, Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso, Fernando Collor e José Sarney. É a primeira mensagem do atual governo para alterar o texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019.

Mesmo preso em Curitiba desde 7 de abril do ano passado, Lula conseguiu, por meio de liminar, manter o direito a veículos oficiais. O petista foi condenado em duas ocasiões. Numa delas, em segunda instância, a 9 anos e 6 meses de prisão.

Na mensagem encaminhada ao Congresso assinada por Bolsonaro no dia 8 de março, o governo fala em necessidade de “modernizar a frota” de veículos.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, que também subscreve o projeto de lei, justificou que a medida atende a ofício do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), responsável pela proteção do presidente.

A autorização do Congresso é necessária porque em 2018 os parlamentares retiraram da LDO a permissão para compra de veículos oficiais para o presidente, seu vice e antecessores. O projeto encaminhado pelo governo restabelece a prerrogativa.

No final do ano passado, Michel Temer abriu uma concorrência para renovar a frota no valor de R$ 5,6 milhões que já atenderia ao atual governo. Segundo o GSI, o edital está em fase de conclusão e prevê a aquisição de 12 blindados para o presidente e o vice. Nesse processo não há previsão de carros para ex-presidentes.

Para respaldar a compra, o então ministro do GSI, Sérgio Etchegoyen, argumentou à época que haveria necessidade de “redimensionar” a segurança do presidente e do vice após o atentado sofrido por Bolsonaro durante a campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG).

Além dos 12 blindados contra tiros de submetralhadoras e pistolas 9 milímetros, outros 18 automóveis do mesmo modelo e marca poderão ser adquiridos para atender ao atual governo. Eles ficarão à disposição para uso em Brasília e outros Estados, como Rio de Janeiro, base eleitoral do presidente.

A escolta oficial de Jair Bolsonaro atualmente é formada por carros modelo Chevrolet Ômega e Ford Edge. Esses veículos foram comprados na gestão de Dilma Rousseff, ainda em 2011, quando foram gastos R$ 1,76 milhão por 12 Edges, dez dos quais blindados.


Anuncie

Artigos Recentes

PM prende casal de traficantes com 30 quilos de maconha em Taguatinga Sul

PM prende casal de traficantes com 30 quilos de maconha em Taguatinga Sul

em Segurança, Brasília

Em nova ação de combate ao tráfico de drogas, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) conseguiu apreender, nesta segunda-feira (13), 30 quilos de maconha em Taguatinga Sul.

maio 13, 2019 Por Cristiano Lima

GDF divulga edital que vai privatizar o metrô

GDF divulga edital que vai privatizar o metrô

em Brasília, Economia

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB-DF), lançou na manhã desta segunda-feira (06), por meio do Diário Oficial, o edital que vai transferir a gestão do Metrô-DF para à inciativa privada.

maio 13, 2019 Por Cristiano Lima

Rodoviária do Plano Piloto ganha posto volante de vacinação

Rodoviária do Plano Piloto ganha posto volante de vacinação

em Brasília

Espaço reforçará a campanha contra a gripe até 31 de maio

abril 25, 2019 Por Kennedy Medeiros

SOS DF promove melhorias no Núcleo Rural Taquara, em Planaltina

SOS DF promove melhorias no Núcleo Rural Taquara, em Planaltina

em Brasília

Instalação de blocos de meio-fio em ruas da comunidade rural vão ajudar no escoamento da rede pluvial

abril 25, 2019 Por Kennedy Medeiros

Anuncie