Romário terá de pagar R$ 408 mil de aluguéis atrasados no Lago Sul


A 7ª Vara Cível de Brasília do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) condenou o ex-jogador e senador Romário (Podemos-RJ) ao pagamento de R$ 408 mil referentes a 14 meses de aluguéis atrasados da mansão onde o parlamentar morou no Lago Sul. A decisão é de primeira instância e cabe recurso.

A ação foi movida em 2016 pela Fashion Park Empreendimentos Imobiliários, proprietária do imóvel locado pelo ex-atleta, na QL 24 do Lago Sul. Em 12 de agosto deste ano, o juiz Luciano dos Santos Mendes julgou procedente a cobrança feita pela empresa contra o parlamentar e seus fiadores, Silvio Antônio Ferreira e Temístocles Grossi. Leia aqui a íntegra da sentença.

Romário morou na casa de 2012 a 2016 e pagava, inicialmente, R$ 26 mil mensais pela locação da residência. No entanto, a partir de agosto de 2015, o valor foi reajustado para R$ 35 mil. Segundo o processo, desde a correção, o ex-jogador pagou apenas dois aluguéis até deixar o recinto, em dezembro do ano seguinte.

Na decisão, o magistrado ainda estabelece que sejam demolidos o píer e o campo de futebol profissional construídos pelo ex-jogador na mansão. A defesa do congressista já recorreu. 

A mansão onde morou no Distrito Federal foi uma das atingidas pela desobstrução da Orla do Lago Paranoá, na gestão de Rodrigo Rollemberg (PSB). A antiga moradia também foi alvo de bandidos em, pelo menos, duas oportunidades, nos anos de 2015 e 2016. Os proprietários colocaram a casa à venda depois que o tetracampeão mundial pela Seleção Brasileira deixou o imóvel.

Em nota, a empresa Fashion Park Empreendimentos Imobiliários Ltda., proprietária do imóvel onde Romário viveu por quatro anos, informou que, antes de ingressar com ação judicial, “tentou por inúmeras vezes receber o débito de forma amigável, porém nunca logrou êxito”. “Estamos satisfeitos com a sentença proferida pelo D. Juízo da Sétima Vara Cível de Brasília, confiantes que a mesma será mantida nas esferas superiores, por espelhar a justiça que buscamos há tanto tempo”, acrescentou.

Brasília Justiça

Artigos Recentes

21 janeiro, 2020
Ex-governador do DF Agnelo Queiroz é condenado definitivamente por improbidade administrativa

Processo é referente à inauguração do Centro Administrativo do Distrito Federal; não cabem mais recursos à decisão. Defesa diz que não vai comentar.

22 dezembro, 2019
Exército cerca Presídio Federal de Brasília após plano de fuga de Marcola

As informações sobre o plano de resgate do líder do Primeiro Comando da Capital (PCC) partiram de São Paulo

22 dezembro, 2019
Sexo “meia-boca” tem solução? Saiba se vale a pena insistir
em Brasil

Especialistas apontam quais questões comportamentais podem deixar uma transa ruim e como driblá-las

21 dezembro, 2019
Golpistas que fraudaram planos de saúde enganaram 87 freiras

Três religiosas morreram sem acesso aos serviços. Grupo é investigado pela Polícia Civil e pelo MPDFT