Nadador Paralímpico Wendell Belarmino Representa o Distrito Federal nas Paralimpíadas de Tóquio

Wendell Belarmino nasceu com glaucoma congênito. Segundo dados da plataforma Wikipédia, mesmo tendo feito 6 transplantes de córnea, não conseguiu fazer com que a perda de visão parasse.

Ele mora na cidade de Sobradinho, em Brasília. O ótimo atleta, treina do Centro Olímpico do Campus Darcy Ribeiro na Universidade de Brasília.

Ele é um dos 10 atletas que estão representando o Distrito Federal nas Paralímpiadas de Tóquio 2020.

Em 2019, Wendell ficou com apenas 3% de visão. Mesmo assim, no mesmo ano e com 21 anos, o nadador paralímpico de Brasília conquistou 6 medalhas no Parapan-Americanos realizado em Lima, no Peru. Foram 4 medalhas de ouro e 2 de prata.

Wendell Belarmino foi campeão no mesmo ano, do Campeonato Nacional e do Open Internacional Loterias Caixa.

No Campeonato Mundial de Natação Paralímpica, o nadador de Brasília conquistou 1 ouro, 1 prata e 1 bronze. Com esse desempenho, garantiu vaga nos Jogos Paralímpicos 2020 em Tóquio, realizado em 2021, devido a pandemia de COVID-19.

O nadador Wendell Belarmino é pertencente da Classe S11, classe para competidores com deficiência visual que tem os nados livre, borboleta e o costas

Hoje, dia 26 de agosto, ele compete nos 50m estilo livre às 21:29h (horário de Brasília). Vai ser a primeira bateria da série. O atleta paralímpico Wendell tem como objetivo conquistar medalha, pois tem grandes chances de chegar na final.

A próxima vez que Wendel vai entrar nas piscinas novamente, vai ser no dia 29 de agosto. Às 22:10h no horário de Brasília, o nadador brasiliense vai competir nos 200m medley SM11 masculino.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Outras Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.